segunda-feira, 19 de Abril de 2010

Características-Técnicas (dinâmicas) de grupos

As dinâmicas de grupo são ferramentas que estão dentro de um processo de formação e organização. Normalmente, representam uma estratégia de mudança, e é através das suas técnicas que as pessoas podem descobrir-se, na sua identidade e nos seus valores. Espera-se que o grupo desenvolva interacções e relacionamentos, pois enquanto grupo apresentam objectivos comuns, fazendo com que cada um desenvolva as suas potencialidades em todas as dimensões do ser humano. Assim, através da experiência do outro, da vivência grupal, em clima de liberdade, de aceitação, de diálogo, de encontro, de comunicação, levar o homem à sua liberdade e mudança, através de objectivos concretos, de acordo com os participantes que estejamos a trabalhar.
Quanto ao educador social, estas ferramentas podem ser-lhes úteis nas suas intervenções, no sentido de que este colaborando com o grupo, será um facilitador na humanização de relacionamentos, ajudando-os a construir uma nova experiência, ajudando cada um a desenvolver as suas potencialidades, visto que se tratam de grupos de risco, com características a desenvolverem tanto pessoal como socialmente. Neste sentido, deve ser capaz de ajudar o grupo a chegar onde deseja, sendo os caminhos delineados passo a passo de acordo com as escolhas e estratégias do grupo.
Contudo, para funcionar enquanto grupo, o educador também deverá trabalhar técnicas que promovam a coesão e a confiança grupal, ajudando assim a manter a coerência interna do grupo. Para tal, é necessário ter um conhecimento profundo das características do grupo (membros e dinâmicas interna e externa). Assim, o educador social utilizará as dinâmicas em contexto de apoio às problemáticas sociais que temos assistido.